Site de Poesias


PURA DOÇURA

Com fios de ternura
Tua presença costura
Em torno de mim
Um manto sem fim
De pura doçura.
 
E contigo eu me deito
No perfume do leito
Coberto de flor
E de todo o amor
Que guardo em meu peito
 
Teu rosto, quando sorri
Mostra-me que sempre vivi
Pra em teu seio estar
Pra te ter e te amar
Pois sem isso... já morri.
 
 

Compartilhar
HC
01/09/2011

  • 0 comentários
  • 528 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados