Site de Poesias


Ida.

Escrevo esse texto com lágrimas nos olhos. Você deixou uma ausência no meu coração. Quando a vi pela primeira vez tanto os átrios quanto os ventrículos do meu coração se contraíram, e hoje quando lembro que a perdi o meu coração não bate por segundos.  
Ainda não me adaptei a tua ausência. Comparo-a com outras mulheres. Naturalmente vou percebendo que elas não são iguais e nem menos que você. O que posso confirmar que o Amor que tenho por elas jamais será igual ao que tive por você. Posto isso, aguardo descobrir um Amor maior que não tenha medo de dizer que Amo e acabe por medo de Amar. Ou terminar porque o Amor que você tem é platônico.
Assim, espero uma mudança, um telefonema, uma carta, uma rosa, que me leve embora dos meus pensamentos...

Compartilhar

Estou revendo meus textos e colocando neles as primeiras palavras que o fizeram, ou seja, estou colocando os originais. Sem alteração.

Raphael Amaral
09/10/2005