Site de Poesias


QUE FAÇO DO AMOR QUE CARREGO?

QUE FAÇO DO AMOR QUE CARREGO?

Que faço eu dos meus sonhos,
Se for difícil realiza-los?
E dos meus olhos tristonhos,
Se eu não puder alegra-los!
 
Que faço do amor que carrego...
Da esperança que existe em mim...
Do perdão que eu não nego...
E da certeza que um dia terei fim!
 
São difíceis tantos os porquês,
Mais ainda encontrar respostas
E em filosofia e português,
Não sou um sujeito digno de notas.
 
Aos Doutos em filosofia
Atrevo-me a tal proposta!
Quero voltar a ter esperança e alegria,
Tirem esse peso das minhas costas!
 

Compartilhar

Se aos meus anseios não tenho como satisfaze-los, o que faço do amor que carrego? Ele existe em mim e é um vulcão em plena atividade. Busco e não encontro solução, será um problema insolúvel?
O amor que sonho, não é este amor corriqueiro de um homem e uma mulher, não, é o amor pelo próximo, o amor que eleva a alma de quem o pratíca além do horizonte Divino. Tentando por ordem nos meus pensamentos.

ubirajara
29/04/2011