Site de Poesias


Fantasia

 
Era noite alta na floresta,
Toda a Fauna e toda a Flora andavam em festa,
Os sapos coaxavam canções apaixonadas,
Os vaga-lumes piscavam suas luzes ritmadas,
Os morcegos como exímios bailarinos sobrevoavam a mata virgem, como casais que bailam em um salão,
A lua enamorada joga um beijo apaixonado e nesse instante tudo fica prateado,
A lagoa como espelho trouxe a lua até o chão,
As estrelas vendo a mão lua refletida lá na mata, se perguntam tristes e amarguradas,
- Será que estamos abandonadas ?
A lua então exclama.
-Eu sou a mãe que a todos ama, não fiquem tristes pequeninas, pois vocês sempre serão as minhas meninas.
E logo é outro dia e o Sol com toda a sua energia, invade a floresta com a luz do dia.
 

Compartilhar
Cesar Garcez
20/04/2011

  • 0 comentários
  • 62 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados