Site de Poesias


O Poeta nasceu para "falar"sobre o AMOR

 O Amor se encontra é dentro de nós...


O amor está aí... 

Agora é preciso encontrar alguém que

mereça o amor que você tem para dar.

Juro que cada dia procuro alguém mereça e quando julgo ter encontrado,

é apenas paixão.

Vejo a paixão como um desejo imenso de transferir um pouco do amor que temos guardado em nosso peito.

Esse amor que nutri nossa alma e transborda como uma enchente em um rio imenso...

E dividimos, e desejamos ter acertado. (desilusão)
Paixão é eufórica, as vezes insana, e como a enchente, logo passa, deixando os estragos em nosso ser frágil e por toda vida sensível.
 
Paixão é essa coisa da pele que precisa de outra pele para matar a fome e a sede, aquecendo nossos corações. 
 
O amor surge da alma e ali permanece fazendo acordar os poetas para falar sobre o amor... dizer das dores, dos desamores e tudo o que o poeta sonha sobre viver feliz ou simplesmente afogar nas envelhecidas garrafas de vinho.
O AMOR...
 
O AMOR É eterno!
É Ele que faz de nós poetas!
O Amor já existe dentro de nós...
Mas, o poeta nasceu para "falar" sobre o AMOR!
 
 

(Rubenita Simey)

Compartilhar
Rubenita Simey - Rubi
31/01/2011