Site de Poesias

Menu

DEPOIS EU TE QUERO

Depois eu te quero

Meu nêgo

Agora eu te vejo

Assim tão acabado

Depois de provar do meu amor

Tu vai repousar

Depois de provar

Do sabor do meu corpo

Olhe pro çeú,o sol atráz do mar

E tú diz que num pode

Nem água no pote

Prá se banhar

E agora eu te vejo...

Depois de gemer

Tú me faz te querer

De ser homem daquele jeito!

Como cantiga de grilo

Cantando sem parar

E de prazer se vingar no grito

Ah ! ai eu digo venha cá

Mas tú acabado

E tú diz que foi eu

Se foi tú que mexeu

Com quem sabe montar

Sou eu,o todo,do meio

Que provoca teu prazer

Se é tudo que sei fazer

É ter o jeito

É o feito,meu nêgo

Olha, vai amanheçer...

Dorme que depois eu te quero

Quando acordar!.

Compartilhar
Iracema Albuquerque
15/09/2010

  • 0 comentários
  • 61 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados