Site de Poesias

Menu

O barulho do silêncio

[Ilustração não carregada]

A noite se aproxima e com ela a solidão

O barulho do silencio e assustador

E ao mesmo tempo encantador

Lembranças povoam meus pensamentos

Lembranças que me atormentam,

Levam-me pra perto de ti

Noite fria úmida cinzenta como todas as noites sem você

O silêncio é quebrado pelo sobrar dos ventos

Escuto meu coração bater, que aflição

DoÍ, bate de saudade de você

Agonia que me aflige

Sem se quer se importa, se durmo ou permaneço acordada

Com meus pensamentos carcomidos pela dor

Meus olhos seguem todos os cantos querendo te encontrar

Meus braços estão loucos pra te abraçar

Minhas mãos acariciar, afagar

Minha boca seca louca pra te beijar

Meus olhos turvam-se cheios de lagrimas,

Vou deitar.

 

Compartilhar
Cássia Freitas
16/07/2010

  • 4 comentários
  • 430 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados