Site de Poesias


AGUA, TERRA, FOGO e AR!

 MAR... de dúvida!
 
 

Navego à deriva
Em viagem
Sem estrela Polar.
Sem rumo
Procuro o Norte
Em rota perdida.

No cais que almejo
Aportar,
Está a Bússola
Que guiará a minha incerteza.

Nele
No cais encontrado,
Seguirei o caminho
Por rota conhecida
Em terra
De chão beijado!


 
 

 
TERRA...  de expiação!
 
 
 
O chão que pisas
É chão
Que meus lábios beijam.
 
Nele floresce
A deusa que cuida
 do amor.
 
 É neste chão
Que expio
A minha Dor!
 
Chão que beijo
Na tua ausência,
Porque meu desejo,
meu amor,
é que a flor
que nele cresce,
não esmoreça
e se renove
na primavera!
 
E meu beijo
Renovado
Já não é desejo
É certeza
No teu beijo
Em chão pisado!
 
 
 
 
  FOGO... de desejo!

 
O fogo que incendeia
meu Desejo,
Extingue-se
nas ondas do mar
do teu Corpo!

Nesse Mar,
Meu Corpo
que é teu Desejo 
Sossega teu Corpo...
que é fogo do meu Sossego!
 

Teu corpo,
Encontra 
No Meu
A Satisfaçao
do Teu desejo...
Que é
Meu sossego.
 
E nosso corpo,
Nosso mar de 
desejo
Beijará a praia
Em maré de 
Lua-cheia,

Cheia de Fogo.

Posta em
Sossego!
 

 

  AR... de valsa
 
 
Dança comigo, amor!
Em dança suave,
deslizando ao sabor da maresia.

Deixa-te voar em madrugada doce
de noite de intenso Amar
que precede calmo dia!

Aperta meu abraçar com teus braços,
e segura meu voo incerto em sorrisos
desenhados no teu rosto,por finos traços.

Encaminha meus passos,
e nossa valsa, terá a beleza
do sol-posto em tarde de calmaria!
 
Nossa dança será voo
com asas de águia,
em dança suave e leve
sobre céu de pradaria!
 
Dança comigo Amor
e segura meus braços
como delicadas Pétalas de flor,
em mãos de menino inocente
 de lábios carentes de beijos de amor!
 
E Nossa dança, será
Dança de Tango,
feita 
Dança de Ísis, 
a
Deusa da Lua!

Será
Dança de passos leves
e suaves como as pétalas
da
Flor de Lotus...
Na leveza que é tua!
 
Terá,
 
Fogo,
Ar,
Água e 
Terra!

Terá Vida!

 
Será  
Dança da Deusa,
Dança da Mãe,
Dança do Divino Prazer!
 
Será 
Pássaro de Fogo,
Lago dos Cisnes
Romeu e Julieta

e também...
 
Dança do Kizomba,

essa dança de
 Negro Feitiço Corporal
Onde desejo adormecer
 num feitiço de morrer!

Será a
Dança das Danças
A Dança de todas as Danças!

Será a

A Valsa da Flor...
A Nossa Dança!
 
Porque dela,
Meu Amor,
Da sua música e harmonia...
da nossa paixão e seu ardor,
crescerá Fruto que é nosso.
Será
A Nossa Dança...

A Valsa do Amor!
 
 
 

Compartilhar
santos silva
06/07/2010

  • 0 comentários
  • 180 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados