Site de Poesias

Menu

Infinitude

[Ilustração não carregada]

Difícil viver sem teu amor em mim
É alimento, fome voraz,
Imensidão contida entre duas almas,
Emoção mutável, harmoniosa magia
Coração expandido, eterno caminho
Múltiplas formas...
Beijo pálido querendo,
Calor lascivo enquanto desejo
Nossa morada, puro aconchego
Paixão a buscar sempre pensamentos
Livro aberto sem palavras,
Quando não te vejo...
Cessa a incompletude
Quando na distância sinto perfumes
Teus sabores
Pele doce equalizando minhas fúrias
Todos caminhos no silêncio,
Amalgamar no infinito
Turbilhões de cores,
Tristezas e alegrias,
O dom de poder respirar
Sempre contigo,
Por toda vida,
Experiências e dores...

 

 

Compartilhar
William José Carlos Marmonti
05/07/2010