Site de Poesias


* Soneto do retorno *

* Soneto do retorno *

Na casa de todos os ventos

soprava um cântico cor de anil

envolto em trapos sedentos

do que em tempos idos sorriu

 

Um girassol reinava no jardim

absoluto em beleza e majestade

nas canções que se abriam em mim

doce favo da liberdade

 

sopravam ali copiosos ventos

cruzavam os cômodos em jactância

notas musicais de alegrias e lamentos

 

no balanço de desejos atentos

paira sereno aroma da infância

sol e lua de arejados tempos

 

Úrsula Avner

* imagem do google-sem informação de autoria

Compartilhar

Queridos amigos e amigas do site e visitantes, deixo-vos mais um soneto com ares de outrora... Um abraço a todos e obrigada pelo carinho da visita e comentário.

http://www.ursulaavner.co...
http://ursulaavner.blogsp... em meu cantinho

Úrsula Avner
11/06/2010