Site de Poesias


Elo Partido

Você pra mim não foi quem se mostrava ser
Já não sinto tanta dor, muito menos o teu amor
Com o tempo percebi, que era melhor esquecer
Teu sorriso de flor, que exalava a minha dor
 
Em teus braços, entregava-me em prazer
Meu coração já era teu, doentio e da cor
De um céu triste, que insistia em chover
Mentiras que revelam o teu espírito credor
 
Parti os elos da paixão que acorrentava
A minha inocência, das garras do teu coração
Que no destino viverá preso sem o meu perdão
 
Enxerguei a razão, a verdade que guardava
A lucidez do meu amor, que agora é rejeição
A beleza que te fez, ser a minha obsessão

Compartilhar
Murilo Celani Servo
24/05/2010