Site de Poesias


Ninguem é de Ninguem

Desiludido eu fiquei

Quando te peguei com outro

Desiludido eu fiquei

E fiquei louco.

Tentei gritar, brigar

E até matar eu pensei.

Quando você me falou com desdém

Ninguem é de ninguem.

Cachoeirinha, matinha, zumbi dos palmares

Ponta Negra, educandos, São José 2

Bebi em todos os bares

Hoje refeito de tudo,

Sou um cidadão de bem

Me pedes, chorando,

Pedindo pra voltar e eu te digo

Ninguem é de ninguem.

Compartilhar
Eng.Rubemar
16/04/2010

  • 3 comentários
  • 723 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados