Site de Poesias

Menu

FIM DE ANO, FIM DE TUDO

  


FIM DE ANO, FIM DE TUDO

Daqui a pouco chegaremos ao fim de mais um ano este que já estamos a chamar de "velho" pois aguardamos ansiosos àquele que para nós será um novo recomeço uma nova vida, é que o velho dá sempre lugar ao novo, saindo de cena, deixando de existir, é assim com quase tudo; com a geladeira, o sofá, o computador, o carro, as roupas, até mesmo a aparência. É preciso se desfazer do velho pois tudo que já não presta servirá apenas de entulhos e ai, descartamos, se não o novo não entra, não vem.

Fim de ano é fim de tudo, muito embora, não tenha sido na vida de muita gente porque a maioria das pessoas se preocupa apenas com o laico, secular, temporal, são extremamente materialistas e por isso se esquecem de mudar o mais importante o de maior valor, o espiritual. Esquece-se que o que é material, fenecerá, acabará com o tempo pois está sujeito à decadência ou à perda total, isso é o que Jesus ensinava quando disse: "Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde os ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam..." (Mt 6.19).

As orações ouvidas ao fim da virada de cada ano são: Senhor me dá um carro novo, uma casa nova, um emprego novo; quero minha promoção, um marido novo, uma mulher nova; quero isso, quero aquilo, e por ai vai; não se ouve alguém orando, chorando e dizendo assim: Ó Deus! Quero que hoje seja o fim de uma vida de pecado. Que tu possas matar em mim toda a carnalidade que tem me afastado de ti e do meu próximo, quero Senhor, que hoje seja fim de tudo que não presta de tudo que tem entulhado minha vida até agora, o fim desta minha ruindade, do ódio que carrego dentro do meu peito contra aquela pessoa; quero que seja o decesso dessas minhas intolerância e ignorância, desse temperamento mau; destrua as fortalezas desse meu coração empedernido para que com ele morra o fim da falta de perdão, o egoísmo, o orgulho, a inveja; quero o fim da falta de caráter em mim, dos palavrões, dos enganos e mentiras; quero a finitude das encrencas que tenho com as pessoas com quem me relaciono; quero a despedida dessa velha vida e abraçar um novo viver ao lado de todos aqueles que me cercam e que me amam. Quero um ano novo Senhor, um ano novo de verdade!

Ano novo somente será novo se nós tivermos coragem de fazer essa oração fazendo um propósito com Deus de que mudaremos a nós mesmo custando o que custar, não é mudar os outros, mas, a nós mesmos. Se mudarmos tudo quanto precisa ser mudado em nós, certamente o próximo ano será um ano novo, porém, o contrário, fará com que o ano continue sendo um estender deste que estamos. Tudo na mesmice. Mude, seja melhor! Seja diferente, faça a diferença! Tem gente que entra ano e sai ano e não muda, não cresce como pessoa, como ser humano, não aprende, não se desenvolve, continua velha por dentro e por fora, vive na ilusão de esperar todo fim de ano, um ano novo.

A Deus toda Glória!
 
 

 

 


Compartilhar
Jeovan A. dos Santos
24/12/2009