Site de Poesias


ME LEVE CONTIGO

Ao sair não faça barulho,
Ainda que à nossa volta esteja tudo escuro,
E em nosso rosto as lágrimas teimem rolar.
Leve contigo todo meu amor e me deixe
Com minha dor sofrer o aço frio da separação
Pois não haverá uma canção neste mundo,
Que possa me alegrar.
 
Deixe o meu corpo impregnado
Com o cheiro de tua boca
Que a pouco de forma louca, estavas a beijar.
Deixe tua forma sobre o lençol talvez amanhã
O raio do sol em todo seu arrebol
Veja teu corpo nu revelar.
 
Não digas à lua que estou sozinho,
Nem para as estrelas que perdi os teus carinhos
A fim de que não se apaguem tornando
A noite ainda mais escura.
Pois sei, será uma loucura!
Vivê-la sem você.
 
Deixe na brisa o som melífluo de tua voz
Pra que todas às vezes quando a sós,
Possa sentir-te acariciar-me a pele.
Quem sabe assim eu congele o cheiro
Do teu perfume em mim.
 
Saia por que me ama, ou,
Porque se engana que eu não vou te perder.
Saia por que bem-me-quer,
Porque pensando agir assim
Na vida não me fará sofrer.
Mas, deixe por sobre a cama
Toda nossa trama,
Pra eu possa sempre, me lembrar de você.
 
Deixe teu nome escrito no espelho do banheiro.
Deixe que em cada canto o teu cheiro
Se espraie pelo quarto,
E ao beijar aquele seu retrato
Sinta o candor de tua presença.
Será uma incoerência a vida sem você.
 
Não digas que não me tens,
Pois sei que não nos convém
Estarmos próximos como desejamos.
Pois o que de verdade precisamos.  
É viver longe um do outro,
Pra juntos vivermos a eternidade.
 
 

 

Compartilhar
Jeovam A. dos Santos
22/04/2009