Site de Poesias


Guardo-te na minha caixinha de segredos...

Guardo-te na minha caixinha de segredos...

Fique em minha caixinha de segredos,

só por algum tempo, por favor.

Por um dado momento em que

me organizo e fraciono minhas horas.

Pois, a vida é curta e a lida é imensa. 

Espero estar te pedindo com jeitinho,

com  licença.

Olha, eu te guardarei com carinho,

num pedaço do meu memorial,

macio, colorido e enfeitadinho.

E quando tivermos que terminar

aquele nosso assunto,

te retornarei ternamente ao meu mundo.

Livre, precisarei raciocinar sem engodo.

E já vou estar com a cabeça fresquinha,

pra dissolver os detalhes e elaborar o nosso todo.

Compartilhar

Sem tempo até pra chorar!
Obrigada por me ler! Beijos! São Paulo, capital.

Elisa Gasparini
02/04/2009