Site de Poesias


Despertando sob o sol

Despertando sob o sol

Desce o crepúsculo

com seu pó dourado e manchas rosas.

Fecho meus olhos...

Nuvens se desfazem em longas,

languidas, faixas brancas,

volumes de fumaça de gelo seco.

Fazem-me cócegas...

Vejo a cidade bem de cima, do céu.

Uns alunos me chamam com as dúvidas

mais descabidas do hemisfério.

- eu já explicara mil vezes!

Meu espírito volta devagar.

Voava fora do corpo, em lugar etéreo.

Fragmentos de noite me tomam,

silêncio lunar, brisas frescas,

barulho de grilos e luzes estrelares.

Escorrego lentamente

pra dentro dos meus versos de amor.

Quase os completo...

Uns alunos desinteressados me questionam,

se eu fosse como eles, diria: "ah, fala sério"!

- o que eles querem da vida?

Retorno, com tédio, mesmo querendo ficar lá,

sorrindo no meu lugar etéreo.

A aula continua,

deixo os pés no chão e subo novamente...   

Compartilhar

Poesia baseada em minha vida real rsrs
Obrigada por participar um pouco de mim!
Beijos!

Elisa Gasparini
31/03/2009