Site de Poesias


EU POR DEFINIÇÃO

EU POR DEFINIÇÃO

 
Se me definir me fizesse ser mais, estaria em todas as páginas do dicionário gravada, marcada, grifada...
Se sou pergunta, me encontro resposta a cada passo da minha jornada
Eu sou o grito de angústia pela vida e o silêncio do sentir adormecido
Sou inteira e sou metade em um eterno sonho de ser
Sou melodia e sou poesia de amargas verdades e doces mentiras
Acalanto para a dor de uma eterna espera
Anjo e demônio a escolha é de quem vê,
Sob a lamparina acesa a luz torna-se sombra e esta faz-se luz, acompanhando o pulsar do dançar do fogo em mim
Me sinto andar nas estrelas, cadente, contente, dolente
Como que embriagada pela vida despertada
Sou a chegada e a partida, o cumprimento e a despedida
Sou só o vento que acaricia os teus cabelos
Sou a chuva fina que teus lábios quer tocar
Sou rio que encontra o mar, sou o mar que recebe o rio
Sou elemento simples ou sou plena natureza, eterno amar do sol, eterno andar de pés no chão
Se sou prosa ou se sou verso isso ao certo não importa
Corrente de palavras que versam coisas estranhas
Por definição sou o tudo e o nada que a alma é sempre cheia
Sentimento sem sentido que não se pode decifrar

Compartilhar

Um poeta não se define... ele é a poesia, é sua alma...indivisível e indefinível. A parte é todo e o todo é parte... Belo Horizonte

Jadhe
24/03/2009