Site de Poesias

Menu

RETRATO FALADO DE UM SILENCIO

[Ilustração não carregada]

RETRATO FALADO DE UM SILÊNCIO
Fotografias distorcidas pelo tempo e pela lua.
Estradas contrárias ao meu destino!!! Ocasiões.
Relógios!!! Horas impróprias!!! Frações.
Amores que não passaram naquela rua.

Imagens!!! Silêncio que perpetua uma distância.
Espelho ocular!!! Vale de lágrimas!!! Cachoeiras.
Janelas fechadas!!! Olhos cerrados!!! Constância.
Corpo refletido pela vida!!! Natureza sem eira.

Acesso analógico negado!!! Era quase digital.
Blasfêmia em forma de sonhos!!! Dias de sofrimentos.
Comprovantes que não provam esse amor fatal.
Cadastro perfurados!!! O vento não tem sentimentos.

Fotos ampliadas!!! Tamanho normal!!! Esférico.
Visão do templo!!! Pirâmides egipcia.
Costumes místicos escondem segredos exótericos.
Muda comtemplo o infinito!!! Minhas razões ficticias.

Lábios fechados!!! Palavras mudas!!! Tudo silencia.
Olhares reservados e feições em forma de estátua romana.
Versos românticos desfeitos, perfeitos, ninguém vivencia.
O mundo para!!! Eu me deparo meio insana.

E faço um retrato falado de um silêncio que escuto.
Auto didata me recuso a esse som estático.
Toco meu sino!!! Invento cores!!! Eu aérea me recruto.
Entendo-me com a vida!!! Esses meios fanáticos...

Soraia


Ciganita
Publicado no Recanto das Letras em 01/03/2009
Código do texto: T1464466

Compartilhar

Meu silêncio... Minha voz que não cala, mas emudece
diante desse nosso amor!!! Sonhos que você sonha pela sua vida
Sou seu lado espiritual!!! Humano!!! Palavras que nunca se esquece.
Viajo dentro dos teus devaneios sem você me conhecer.!!! Sou sua querida.

Não sou seu lado sombrio...nem estou perto do teu prazer.
Velejo caminhos a fora.!!! Te procurando em versos!!! Meu reflexo
Fico a te imaginar!!! Psiu!!! Silêncio!!! Ouço a música!!! Meu lazer.
O tempo passa!!! A vida corre!!! Fico parada!!! Meu circunflexo.

Silencia teu coração!!! Dê espaço para o meu!!! Deixa eu te amar.
Vivencia esse meu desejo!!! Claro para te orientar.
Deixa-me aqui!!! Não me interrompa.. Nem me corrompa!!! Não vou falar.

Entrega-te a mim teus sonhos!!! Velarei por eles ao anoitecer.
Cuidarei como flores, e regarei teu dia sem tuas dores..
Fique aqui comigo!!! Deixa seu silêncio comigo...

soraia
Eita ferro fiz essa poesia online..heheheh
(sem titulo)

Ciganita
02/03/2009