Site de Poesias


Lugar á Parte...

Hoje aterra a calma e o amar não cessa...
Onde a terra acaba e o mar começa...
Nas areias, o berço do carinho
A um terço do caminho de casa
Estamos presos na asa
Deste vento sedutor sem contratempo
Morrendo, para tudo á volta
Movendo, sem condutor
O leme desta história nua
Ao olhar do Sol e da Lua
Da minha e tua paixão
Crua emoção!
Tomando as rédias de algo que não se pode domar!
Algo demais possante...
apaixonante...
Forte como a tempestade!
Doce chuva serôdia sobre mim...

Compartilhar
Sérgio L. S. Fonseca
??/??/????

  • 1 comentário
  • 141 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados