Site de Poesias


Declamando poesias (Soneto)

Declamando poesias (Soneto)

 
 


Há uma riqueza em su declamar,
Reconheces o bem que te quero,
Gozas de um belo sorriso, sincero...
E uma malicia gostosa no olhar.
 
A tua poesia encanta quem te ouve
Pelos teus lábios, declamando paixão,
Fascina os que te lêem. Com amor...
Acariciados, ficam a alma e o coração.
 
Deixo-me encantar pela doce melodia
Que da tua boca floresce. Belo encanto...
Orlada de juventude e poesia.
 
Neste delicado e silencioso momento
Ouço murmúrios dos lábios teus. São
Poesias que encantam os ouvidos meus.

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita ao saírem deixe um comentário ou uma simples critica.

Jose Aparecido Botacini
05/02/2009