Site de Poesias

Menu

Sou eu

 
Sou eu
 
Sempre...
mesmo que seja errado ferido ou com peito marcado
de pouca esperança que um dia a criança
não percam lembrança de pura inocência
 
Sou eu
 
Buscando a resposta que hoje não vejo
no rosto do homem de frente ao espelho
que antes sorria,buscava alegria fazia da vida eterno festejo
 
 
Que antes sabia bem mais que agora
 
Sabia que a dor não te deixa ir embora    
prazer não se compra por hora
Que nem todo sonho envolve trabalho
E a estrada da vida não tem um atalho.

Compartilhar
Cledilson Carlos
14/01/2009

  • 0 comentários
  • 219 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados