Site de Poesias


Encanto de boa sorte

Encanto de boa sorte


      

De repente, por um designo Divino, chovem

Gotas douradas reluzindo a Via Láctea.

Enfeitando tua lua cheia de amizades e amores

E o manto da noite te cai assim: prêt-à- porter

Embalando teu sono, ratificando tua paz

Descanse então, pois te aguarda um novo dia.

Intenso e completo de inusitado resplendor

Como se fora tela pintada pelo próprio Senhor.

Um encanto de boa sorte, uma benção misteriosa...

Subitamente tudo em tua vida encontrou lugar.

Festas coloridas diurnas e tranquilo sono noturno.

Até mesmo na aspereza o veludo veio dar o seu ar.                

Compartilhar

Estive ausente. Estou voltando, oba...
Obrigada pela sua visita! Um beijão! São Paulo

Elisa Gasparini
11/12/2008