Site de Poesias


Saudosa Infância

Saudosa Infância

Sentada em cima do muro


 

da velha casa de madeira,


 

faço bolhas de sabão


 

Elas são coloridas


 

Não canso de admirá-las


 

O vento as levam para o alto,


 

Se desmancham no ar


 

Faço mais e mais,


 

Corro atrás


 

As assopro para que elas não caiam


 

Algumas, pego em minhas mãos


 

Fazem cócegas


 

Danço com meu vestido amarelo


 

De bolinhas pretas


 

No meio das bolinhas de sabão


 

O tempo não para,


 

As bolinhas se vão


 

E o que me resta são


 

As lebranças da minha Saudosa Infância.

Compartilhar
Leise Plath
19/10/2008