Site de Poesias

Menu

Outra mulher em mim

[Ilustração não carregada]

Deus abençõe esses ventos noturnos,
Que outra personalidade evocam.
Essa outra mulher, em mim, me toca
Nos pensamentos escuros, soturnos.
 
Ai, meu Deus perdoe esse ser noturno!
Por onde delírios, em mim, se soltam.
E urdindo profanas idéias provoca
O sentimento profuso, gatuno.
 
Ai, meu Deus perdoe essa mulher louca!
Que se entrega a um prazer oculto.
Por onde entra, deixa sombra e vulto,
Quando passa, venta noturna e solta.
 
Deus abençõe esses ventos noturnos,
Que me sopram quentes, e desembocam
No rosicler raio solar que desfoca
Essa mulher de pensamentos difusos...
 
Escusos...

Compartilhar

Eu adoro a noite e a madrugada adentro. Fico muito ativa. O que faço? Ás vezes nem conto pra mim mesma rsrs...Mas não falo de sexo. Um grande beijo e agradeço sua visita. Sinta-se a vontade pra comentar e criticar pois quero crescer mais e mais. São Paulo, capital.

Elisa Gasparini
15/09/2008