Site de Poesias

Menu

Reino dos vampiros

É noite, almas suplicantes clamam por oração,
séculos de existências e os vampiros continuam entre nós,
conquistas inigualaveis vida com a morte,
com apenas um medo da ultima gota vir a punição da morte.

Hoje eles se adaptaram para viver entre suas presas,
o doce frescor da caçada se torna excitante,
escondidos apenas permitem a nossa existência,
humanos esperam o fim de uma vida serva.

Tiveram a escolha de viverem além dos raios do sol,
mas negaram serem anjos,
vivem solitários perseguidos pelas almas de suas presas,
vagam em busca de novos territórios.

 Guilherme Kássio 26/04/2008

Compartilhar

Feita para um amigo mais que especial, Fabiano Santos, espero que goste e a de anjos logo estará pronta.

Guikassio
26/04/2008