Site de Poesias


Tenho medo!

Tenho medo!

Da vida, um dia, deixar de admirar
De não ver, apenas olhar
De que os olhos olhem sem brilhar
E com as pessoas que gosto, não mais me importar...

Tenho medo!

Da poesia não conseguir mais rimar
Do meu canto não mais entoar
De ter que me resignar a calar
E os sentimentos nem ter mais pra ocultar...

Tenho medo!

Da esperança, desencontrar
De andar cabisbaixo a vacilar
De me deixar manobrar
E não ser dono nem do meu caminhar...

Tenho medo ( e como tenho medo!)

De sentir o sol a esfriar
De parar de viajar
De olhar o céu e o mar
E não sonhar!

Compartilhar

Medo que nós temos e que, em determinadas fases da vida, temos mais intensamente! Mas Deus está conosco, dando forças, amparando, fortificando... e vamos que vamos! Fé! Juiz de Fora, 09 de março de 2008

Mena Moreira
10/03/2008