Site de Poesias


Sereia da Vida

 
Sereia da vida
 
Tão pequena e inocente
Estás sozinha e indefesa
Da beleza és realeza
Pureza em propostas indecentes
 
Decisões tens a tomar
Vejo medo em seus olhos luzentes
Vejo mil faces descrentes
Olhando a sereia a nadar
 
Nas ondas do mar do mundo
Vejo densa espuma de problemas
Mas és corajosa, não há nada que temas
 Na vida mergulhas sempre ao fundo
 
Gloriosas conchas tens como coroa
Tens como vestes as  algas do mar
No oceano da vida estás livre a nadar
Só o pássaro da morte tua vida sobrevoa

Compartilhar

Não sei o que me deu para screver essa poesia não..... Eu tava desenhandu no paint e me deu vontade de escrever .... aí foi isso que saiu .... as rimas nem são muito boas... mas a alma do poema é descobrir que cada um de nós é essa sereia...nadando no mar da vida e ceracdo de difíceis decisões ..... com a morte só a espreita ! No escritório do meu pai...

Mylena Perez
22/12/2007