Site de Poesias


Dois em Um

Dois em Um

 
Meus olhos choram as suas lágrimas
Minha boca suspira a sua frustração
Meu coração bate no seu compasso
E assim somos um, sendo dois
 
Meu futuro, seu futuro também
Seu olhar ofusca a minha dor
No meu corpo, suas marcas
Minha tristeza estampa a sua partida
 
Sem você a escuridão me domina
Sem seus olhos os meus perdem a cor
Seu coração, minha força de vida
 Impulsiona-me a esquecer a dor
 
Em meu coração, um fio de esperança
Única luz de meu tortuoso viver
Por você continuo esperando
Por você, por nós dois
 

Compartilhar

essa talvez tenha sido a poesia mais sem duplos sentidos que eu já fiz. Ela é a poeisa mais sincera que já escrevi. Eu a escrevi para o grande amor da minha vida, uma rapaz chamado Silas, que infelizmente não me ama da mesma maneira... um dia eu não consegui mais me segurar e disse exatamente tudo o que eu sinto por ele .... e foi nessa poesia que resultou essa doidera minha !!! Na escola, na aula de Relações Interpessoais

Mylena Perez
07/12/2007