Site de Poesias


O Vento

O Vento


Sinto o vento batendo em meu rosto,
vento que traz um gosto, de liberdade,
sensualidade, e também traz saudade.
Saudade da mulher amada,saudade
que está encravada:
No peito o escritor encontra um jeito,
Para dizer que palavras, o vento leva,
Mas não se sabe se ele entrega à pessoa certa,
Ou se apenas passa por ela em zombaria,
Dizendo que gostaria, mas não saberia o que dizer,
pois ainda não soube ler.
Os pensamentos daquele escritor, que está muito
longe, e que talvez, o vento que ela esta sentindo agora, 
seja o mesmo vento que passou por ele,mas ele não fala,
apenas pensa, e o vento se cala,mas refresca a nossa pele,
e numa sensação de liberdade, pensa nela outra vez, em outra cidade, pode ser felicidade,mas também tem saudade, saudade que o vento levou,se passou por ela, a encontrou,e no seu ouvido soprou,que ele a espera,numa longa noite de primavera, para que ela chegue e acabe logo com esta ansiedade,porque moça de outra cidade,ou nos traz noticia boa, ou nos traz felicidade.

Compartilhar

Poema inspirado em situação, de esperança,e uma certa distância que algumas pessoas não acreditam, mas pode-se escrever de amor por alguém sem conhece-la, Meu escritório,meu quarto, meu tudo

José Godoy
10/11/2007