Site de Poesias


Eu era feliz e sabia

Eu era feliz e sabia

Nos meus tempos de escola
Eu era feliz e disto sabia
Só não sabia que esta felicidade
Se perdia, enquanto a gente crescia...

A vida era uma eterna festa
O mundo uma eterna regalia
Hoje o mundo é tão diferente
Não se parece com o que a gente vivia...

Prestava atenção às aulas
E à professora obedecia
Mesmo sendo uma boa aluna
Fazia muita estripulia...

Depois da aula gangorra, queimada e ping-pong
Pique-bandeira, pique -pega e 5 marias
Havia entre nós afeto, carinho
Celebrávamos a amizade a cada dia...

Dia dos pais e dos mestres
Nenhum de nós se esquecia
E para demonstrar nosso afeto
Serenata para eles a gente fazia...

E debaixo de suas janelas
Na mais profunda euforia
Ao som dos Beatles, Tim Maia e outros
Era aquela cantoria...

De repente, um "te amo" fora da hora
Provocava a desarmonia
E em meio a tanto riso
Era ainda maior a nossa alegria...

E para agradecer a serenata
Bombons para todos se distribuia
Retribuindo docemente o carinho
Aumentava nossa simpatia...

Mas com o passar do tempo
O mundo foi perdendo a magia
E hoje toda esta felicidade
É somente nostalgia...

Agora, adulta, por outros caminhos, eu trago
Doces lembranças da infância e adolescência
Tempo que vivemos intensamente
Tempo em que eu era feliz e sabia!....

Compartilhar

Estudávamos num Colégio de freiras no interior de Minas. Na minha sala, éramos 40 meninas - uma loucura ! Como a cidade era pequena, éramos amigas dentro e fora do colégio, como uma grande família! Nossa vida, era uma eterna festa ! Éramos animadas para tudo : Missa dos Jovens no Colégio sábado à noite e domingo cedo na Matriz, Festival de Música, Jogos da Primavera, Serenatas e , em todas elas, quando íamos cantar "Primavera"do Tim Maia, uma de nossas colegas ( a mesma, sempre ! ) cantava o"te amo" fora da hora ... Amávamos nossos professores, nossa Escola e até as freiras mais severas. Boas lembranças!...
" Quando o inverno chegar, eu quero estar junto a ti ..."
" Se todo meu mundo ruir , se eu perder tudo que eu tiver e só restar o amor eu não peço mais ... "

Fiz, por sugestão da minha amiga Elyana C. Assis, a quem ofereço com carinho ! Juiz de Fora , março de 2007

Mena Moreira
21/03/2007