Site de Poesias


ONTEM E HOJE

O povo de antigamente
Tinha a barriguinha cheia
Com fartura permanente
Com almoço, janta e ceia

Hoje está bem diferente
Muitos vivem a lamentar
Café com um pão somente
Quando tem é o jantar

Antes todos trabalhavam
Pruduziam e ganhavam
 A sua manutenção

Hoje ninguem trabalha mais
Muitos viram marginais
No mundo da perdição

Compartilhar
Edgar Ramalho de Freitas
07/02/2007