Site de Poesias

Menu

Já estava escrito..

Que a força que eu tenho, me traga a razão, me dê
a coragem, de dias e noites, hora pós hora, minuto
há segundo, um há um, me fazer suportar minha vida
sem a tua presença.
E, dê a mim a sublimidade de te amar a distancia.
Na humildade sem revolta, na fé sem cobranças...
como a plenitude da resignação....
Quando jtudi á estava escrito..

Que eu me faça, capaz de, enfrentar meu orgulho,
e sem a impetuosidade da fuga, e sem o êxtase da
loucura, saiba suportar o que me esta sendo imposto
pelo destino....
Faça com que eu possa falar, e não gritar....
Que minha alma seja paciente, e saiba dar sem receber...

Que ao te perder, eu possa ter mais coragem de te amar...
renunciando a este amor...a esta loucura...
Sem ter que pensar no amanhã que minha alma e o me
corpo temem... que essa solidão não me destrua....
Mas, faça com que minha solidão me sirva de companhia.

Que a minha razão, fale mais alto, ainda mais para que eu
possa escuta-la...para que eu possa segui-la...
sem olhar para traz ; ainda que eu sofra, ainda que eu chore,
ainda que meus sentimentos sintam-se degradados...
ainda assim eu preciso ser a minha razão...

É preciso entender, ainda que eu não queira aceitar...
O nosso encontro foi tarde demais...e entre ele há o tempo
e a distancia...
A distancia para nos manter separados...
O tempo para nos dizer que não pode ser....

O destino é mesquinho, a vida é insana, a distancia é brutal
e o tempo é cruel....
O destino nos mostra muitos caminhos, mas nenhum nos une...
todos traçados em linhas paralelas...
A vida nos faz tão iguais, mas em sua eloquência não nos
dá um ao outro....
A distancia, fatal e capciosa, e uni-se ao tempo....

O tempo, não obstante em nosso próprio desencontro...
Nos separa a tal ponto... para que se quer possamos viver
numa mesma hora, sentir num mesmo minuto, amar num
mesmo momento...eis pois, que, enquanto eu, te procuro,
te chamo, te quero, te amo em minhas noites...
e te procuro em meio ao luar...tentando te encontrar pôr
entre as estrelas....

O tempo nos separa, e não obstante a o nosso próprio
desencontro...nos observa...frio e inabalável....
E, como que, pôr capricho te faz-me procurar quando
e dia em teu viver....
me procuras no calor, na luz de um amanhecer...
me queres quando, os raios de sol surgem no
horizonte, me amas, horas afrente ...
me queres dias à pós...
me buscas anos à diante
antes do teu anoitecer; muito depois do meu amanhecer...

Jamais poderemos ignorar afinal que, eu te busco na
noite onde vivo ... quando, já vivi por muitos dias; eis que
hoje, eu sou a noite.. apenas uma noite em teu viver....
Tu me encontras em teus pensamentos e desejos, no dia,
onde estas na plenitude existir...

Pois poucas noites ainda presenciasses em tua
Existência, Tu és o sol em seu esplendor....
no amanhã de muitos dias...
Assim sendo, vamos olhar para as nossas
vidas tal qual a verdade nos mostra...
pois, isso é o que nos esta no destino...
 assim já esta escrito !

Compartilhar

Quandfo a força da razão nos faz entender o quão
eloquente é o destino... este que nos faz depararl.
à um arealidade por vezes cruel. viajando..002

Sonia Aly Salem
20/11/2006