Site de Poesias

Menu

Se eu pudesse

Se eu pudesse fazer-te ver agora...
Das palavra que não disse !
Na expressão exata deste momento...
Quando, deveria parar o tempo....
cessar o vento...
Romperia aqui a noite...
Deteria aí o dia...
Marcando no tempo exato... No minuto preciso...
Deste tempo, em que tudo parou...

E eu, calaria na voz a palavras que não disse...
Não teria mais na alma o coração que já não existe...
Não procuraria mais um horizonte...
Já não seria mais uma andarilha...
Exilaria todos os sentimentos da morte ...
Pois que, que eu já a tenho dentro em mim...
Buscaria todos os pensamentos na vida ...
Pois que, esta já me teria ido...
Mas ainda assim te encontraria em algum lugar...
Ainda que ao longe, ainda que jamais te pudesse tocar!

Quando me questionaria...
Nas perguntas sem respostas...
Do cansaço sem trégua ...
Da angustia sem dor ...
No heroísmo sem batalha...
De uma luta sem vencedor...
Dos desejos compactuados...

Seu pudesse te contaria...
Da loucura implacável...
Na demora incompreendida...
De um amor eterno...
De uma ida sem volta...
Na lembrança contida...
De uma saudade estagnada...
Do orgulho partido...
De uma lealdade cativa...

Se eu pudesse !
Se eu pudesse ainda, te diria...
Dos contos dos sete mil amores...
Do encontro adiado...
No sabor mais amargo...
De uma espera não chegada...
Numa escrita lacrada...
De um amor sem adeus !

Compartilhar

um conflito entre os sentidos e os pensamentos,
entra o amor ea razão de ser. pensando na efemera vida... 2004

Sonia Aly Salem
12/11/2006