Site de Poesias


O CANTO DO POETA

Versifica o amor com o coração tão sentido!
Ó poeta! Deus das rimas e flórido trovador!
Das palavras faz o verso mais compungido,
Para na espectativa lenificar sua grande dor.

Os seus poemas são magias para o ouvido,
Quem os declamam, embriaga o sonhador,
A arte das trovas lhe fazem o mais querido
Rapsodo e arauto do mais piançado amor.

Pervaga por entre as estrofes, adormecido,
Fazendo do soneto seu romântico sedutor,
Desliza o pensamento na poesia, absorvido

No lirismo que avinha e o torna encantador.
Os céus inspiram-no e tornam enternecido,
O canto poético que ornamenta a uma flor.

Riva. 061

Compartilhar
Rivadávia Leite
24/05/2006