Site de Poesias


SEU SORRISO.

SEU SORRISO.

Deixe-me acreditar...
Que e luz que ofusca em seu sorriso.
Nao e apenas o brilho do qual preciso.
Para me orientar em sua direcao.
Mas e tambem, este esbocar de dentes.
Como um agrupamendo de estrelas cadentes.
Caindo chamegantes no meu coracao.

Deixe-me querer...
Que o sorriso terno que seus labios torneiam
Saiam dos meus olhos que atentos vagueiam.
Para acoplarem-se aos meus labios sedentos.
Que seu sorriso se perca dos olhos meus.
Quando meus labios colarem-se aos seus.
Tornando reais os meus pensamentos.

Deixe-me sentir...
Que este sorriso que traz-me a juventude.
Va de encontro aa minha virtude.
E como crianca, me faca sonhar.
E nao so pensar que seu sorriso expressivo.
Mais que ofuscante, mais que lascivo.
Me encantem para eu nunca mais acordar.

Deixe-me olhar...
Mais uma vez esse sorriso encantado.
Vindo despir-me em um beijo molhado.
De mel, de orvalho ao amanhecer.
E quando encontrarem-se nossos sorrisos.
Entre nossos labios buscando, indecisos.
Encontrem a paz do adormecer.

Autor: Jose Luiz Rabello Filho.
14/04/2006

Compartilhar

O SORRISO? O SORRISO DE AMOR E COMO UM PORTAO SEM TARAMELA, EM UM CERCADO DE FLORES. ESTE POEMA E DEDICADO A JAQUELINE MARTINS, UMA PESSOA ESPECIAL, QUE ME TROUXE O VERDADEIRO SENTIDO DA VIDA.

Jose Luiz/Revere MA - U.S.A. 10 maio 2006 REVERE U.S.A./MOMENTO SAUDADE.

JOSE LUIZ RABELLO FILHO
12/05/2006