Site de Poesias

Menu

Gestalt

Não importa a parte se apenas enxergo o todo.

Com isto, significa que o detalhe pouco importa.

Vejo o corpo putrefato, não cada célula morta.

Não estudo cada fungo, apenas pesquiso o lodo...

 

Só concedo o amor se for um sentimento que explodo

Em sensações de pureza; e o que me conforta

É ver tudo pronto e realizado, apenas abrir a porta

Do conhecimento e separar a água do solo feito um rodo!

 

Mas o quanto se pode saber e descobrir a verdade,

Se os detalhes são deixados de lado para o mofo?

Como saber o que o humano é na essência e realidade?

 

E talvez o grande enigma é que somos incompletos.

Pegue as partes e atire-as em um opaco cofo,

Reúna-as e formem indecifráveis seres de teores secretos...

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
20/07/2018