Site de Poesias

Menu

SONETO DO AMOR PLENO

SONETO DO AMOR PLENO


Amor que arrebata e ofusca em derredor

E que ignora as estrelas da noite escura

Extrai o perfume do vasto jardim com flor

Numa loucura só controlada pela ternura


Amor cego que se transmite na cegueira
E que rejeita a noção de tempo e espaço

Do tipo que queima n´alma igual fogueira

Num furor do desejo que supera cansaço

Amor gigante que faz da vida um instante

E que só dirige os olhos para sua amante
Numa paixão que ceifa vestígios da razão


Amor pleno e tolerante se afirma confiante

E que torna marcante ligação tão delirante
Num rompante de emoção sem explicação

Marco Antônio Abreu Florentino

https://youtu.be/FU92dioX5Yo
(I Only Have Eyes For You - Art Garfunkel)

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
11/07/2018

  • 0 comentários
  • 18 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados