Site de Poesias

Menu

Já não quero amor virtual

És a mulher mais apaixonada do mundo quando falas comigo

Pelo WhatsApp ou pelo Facebook.

Tens o sorriso mais belo, espontâneo e encantador 

Quando estamos em vídeo chamada.

Mostras interesse em mim, queres saber de mim,

Dás-me beijos com corações em jeito de muito amor e

Carinho vindo do fundo do peito, 

Mas a distância da linha telefónica.

Pra ti sou o homem mais belo, mais charmoso e mais completo

Mas apenas nos teclados e nas câmeras do celular.

Em pessoa és outra pessoa,

O teu riso não é espontâneo, o teu beijo não é natural, 

O teu toque, o teu abraço, a tua entrega, a tua voz, as tuas carícias,

As tuas brincadeiras, as tuas palavras, os teus gestos 

São calculados, 

São medidos,

São diseados,

São controlados e não tem a maquilhagem virtual

E os acho feios porque não tem paixão,

E os sinto insoso porque não tem sabor,

E não os quero porque são virtuais 

 

Compartilhar
Martinho Jose da Costa Augusto
11/07/2018