Site de Poesias

Menu

Solidão Humana

O ser humano é tão só...

Ainda que esteja tão próximo dos outros,

Mesmo estando em meio a tanta companhia,

No fim, cada qual está por si...

 

No amor, relacionamentos, nem sempre há a harmonia

A qual faz com que dois sejam uno.

A discordância nos torna tão únicos,

Ao ponto de sermos incompreensíveis uns aos outros.

Ponteiros de segundo e minuto a se ultrapassarem.

 

Nós nos separamos internamente, como eremitas:

Minha parca filosofia é menos parca que todas;

Ou meu orgulho é a chave para o futuro;

Ou ainda, simplesmente não me encaixo

No quebra cabeças do mundo - Pois eis-me:

O ser humano!

 

Que estranho reconhecer-se sozinho...

Fica a impressão que tudo é frágil e falso.

A solidão é um tipo de amor próprio,

Que é tão imenso que, de fato, é inigualável

E chora na imensidão de tantos solitários...

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
06/06/2018