Site de Poesias

Menu

Cacos e Sonhos !

Há certas horas que precisamos 

De um abraço apertado sem nada dizer!!

Uma palavra ofertada com todo gesto de raiva 

Ao meu infinito particular 

Parece uma incógnita de morte !

Desliza entre os dentes ....

Contando calado palavras erradas

Numa triste verdade..

Onde a provocação  aparece  rasgando  

Os retalhos retratados na cortina 

De uma nova peça, deste teatro de cada dia! 

Que doidamente nos impõe

Uma figura impar com tantos cacos 

E sonhos que a qualquer momento 

Pode nos cortar, ferindo o enigma de 

Todos os segredos da vida!!!

Célia Guímaro.

 

 

 

Compartilhar
Célia Guímaro
26/05/2018