Site de Poesias

Menu

AFIADA PÉTALA

[Ilustração não carregada]

Não é a ravina ou a lâmina de gelo,
Nem a aridez dourada do deserto,
Não é a densa neblina ou a neve inclemente,
Nem a lua faltando um pedaço, que mente,

Nada disso se apodera de mim
E me desvia da retidão e me atrasa,
Como o perfume da pétala, a graça,
Cortante tesouro, de ouro florim.

Essa sim,
Me inebria, afagando vaidades
Que eu desconhecia em mim.

Com essa figura
Me firo, resvalando em vaguidades,
Divagando em sonhos de falsa ventura.

Compartilhar
Lucilla Guedes
18/05/2018

  • 3 comentários
  • 107 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados