Site de Poesias

Menu

JÁ SE FAZ TARDE

E hoje o céu amanheceu em prantos

e a chuva me fez despertar de um breve sono

do qual me deparei com seu retrato num dos cantos

enquanto as folhas se curvam ao meu abandono

 

e outra vez num novembro

e outra vez num momento

em que toda poesia simplesmente me abandonou

o destino me golpeia, mas dessa vez é um golpe baixo

e dessa forma o meu horizonte se torna trêmulo

 

Talvez a felicidade não vá sorrir pra mim novamente

se é que de fato algum dia sorriu

se é que de fato tivemos pelo menos um caso

e ela simplesmente me esqueceu do dia pra noite!

 

Compartilhar
Wellington Ferreira Ramos
11/03/2018