Site de Poesias

Menu

O Grande Biggs!


O GRANDE BIGGS
Poema dedicado a todos os ladrões pé-de-chinelo e de galinhas!
"Edgar, le Brésil n'est pas um pays sérieux" De Gaulle / Carlos Alves
 
O grande assalto ao trem postal de Buckimghanshire,
Para um marceneiro, desertor da RAF foi mais que um desaire,
Isto tem charme, minha cara Charmiam,
O anti-herói é um dissidente,
2.631.784 libras! Tem que ter fibra!
O trem balança e a gente se desequilibra...
8 de agosto de 1963, vamos lá nas Land Rovers!
Pé na tábua Bruce Reynolds,
Atenção todos!...
Charles, Thomas, Robert, James, Roger, William, Jimmy, Bob,
Brian, Leonard, John, Edwards, não sejam esnobes!
Cadê o Biggs!?
Quem viu o Biggs?
..........................................
Lá se foi,
Subindo pela teresa
                          pra além dos muros da Her Majesty’s Prison!
                                   Talvez esperteza,
                          Rápida visão,
Prá Austrália!...
Ou algum local que o valha!...
............................................
Montagem de cenários!
Assim é minha vida, montar cenários!
Fingir a realidade na ribalta...
Sábios gatarrões da malta...
.............................................
O viu no Rio o Mackenzie!
Assistindo jogo do Brasil na copa do Mundo da Alemanha Ocidental,
Gol de Rivelino! Mas o “team” não está bem!
Sem Pelé... Como é que é?
Não podemos trazer Biggs!
Por causa de Raimunda?
Por causa dos exilados em Londres?
Por minha causa não briguem!
A ditadura aqui não me afunda...
O vinho não se esgota nesses odres!
.................................................
Miller & King me sequestraram pra Barbados!
Mas a lei é para os justos!
Deixem as barbas de molho!
No Brasil sou cultuado!
Tá nas shirts, nos shorts, minha cara, meu busto!
É a pátria que escolho!
.....................................................
Vou ser artista!
No One Is Innocent!  Sex Pistols...
Mailbag Blues, meu caro Henry…
Meu pequeno na Turma do Balão Mágico...
País do Carnaval! Vá bem ou mal...
O Bêbado e a equilibrista...
Já sei quem sou, onde estou!
Por último quem ri?
.................................................
Cansado, velho, sem grana,
Vão me prender lá na terra da rainha,
Mas pego também uma pensão bacana,
Vamos acabar com essa rinha!
Fui feliz no Brasil
Saiba quem me viu!

 

Compartilhar
Jayro Luna
10/12/2017