Site de Poesias

Menu

O Velho

 
As rugas assemelham-se a trincheiras,
nas quais muitas guerras ali se travou,
As cicatrizes lhe mapeiam o corpo e alma,
mostrando-lhe o quanto a vida lhe cobrou.
 
Seu andar segue brando e o olhar muito vago,
Ora aos céus, implora para que o transformem,
Com as mãos sangrentas e dedos entrecruzados,

 
Vocifera, que está cansado de ser apenas um homem. 

Compartilhar
Vinicius Souza
18/09/2017