Site de Poesias

Menu

A Marquesa e o Presidente


A Marquesa e o Presidente
“Il a le physique du role, du charme, et les plus beau yeux du monde!” Gabrielle Dorziat
A Eduardo Souto, Virginia Lane e Lilian Ramos.
 
A marquesa italiana, amante do presidente
Sonhava castelos em Palermo...
“Governar é abrir estradas!”
Washington, D.C. – Dívidas da Crise!
Luís! Estás prestes a partir?
Oswald o saudava no Paty do Alferes
Sob o olhar do Cruzeiro do Sul
E ao dobrado da Charanga do Arcozelo...
Elvira o vira sempre bem vestido,
Gravata túmida no colete fechado,
Vich! Vixe! Que acontecimento infausto!
Apto 235 do Copacabana Palace!
23 de Maio de 28: Bang! Um tiro!
Atentado político? Não! Atentado amoroso!
Por que discutiam? Promessas de alcova não cumpridas!
O paulista falsificado! Do ovo gorado!
Retirada do apêndice urgente!
Maurich sofrendo o mal do amor ferido!
Depois do tiro, atirou-se pela janela!
Suicídio? Suicídio!
Incontestável contradição do regime: O presidente é rei!
O Rei da Fuzarca!
A República Velha jogou-se do segundo andar!

Compartilhar
Jayro Luna
07/08/2017