Site de Poesias

Menu

CASA NA RUA

CASA NA RUA

Moro nas ruas
com luzes e calçadas
zoadas e gritos aflitos
ladrar e seus apitos.

Em uma noite de frio...
Seus grilos, seu choro,
feto na lata de lixo
grunhindo de cachorro
lagrimas de Cristos.

Moro na rua, toda nua!
Com vento solto no tempo
vontades com amplidão...
Esperanças  e sentimentos,
saudade d'aquela paixão.

Uma rua sua, com lua...
presepada falcatrua
bêbado cuspindo no vento
olhos cassando a tua...
Caçoada no pensamento.

Suas ruas e suas esquinas
meninos mulher e meninas
seus homens com suas sinas
cruas poesias e suas rimas.

Antonio Montes 

Compartilhar
Antonio Montes
18/07/2017