Site de Poesias

Menu

Um Rapaz Latino-Americano


RAPAZ LATINO-AMERICANO
Para Belchior
 
Sujeito de sorte com essa velha roupa colorida...
Brincando com a vida...
Não leve flores antes do fim, como nosso pais.
Na hora do almoço, o Senhor Dono da Casa
Entre galos, noites e quintais:
-Se você tivesse aparecido!
Peças e sinais,
Esquadros e paralelas,
E o vício elegante de almanaque extra cool!
Conheço o meu lugar espacial.
 
A Voz da América numa retórica sentimental
De um Jornal Blues
Ou numa canção de gesta
É onde jaz meu coração!
 
O Negócio é o seguinte:
O forró no escuro e a rima da prosa
Numa máquina de escrever,
Depois das seis um beijo molhado,
Todo sujo de batom,
Como se fosse pecado
Um comentário a respeito de John...
 
O medo de avião – divina comédia humana -
Alucinação!
Um caso comum de trânsito,
O pequeno perfil do cidadão comum...
Uma elegia obscena – kitsch metropolitanus –
A Arte Final do coração selvagem:
Uma fotografia 3x4:
Amor, crime e rodagem...

Compartilhar
Jayro Luna
06/05/2017