Site de Poesias

Menu

QUANDO ESTIVERES SOZINHA

Quando estiveres sozinha

no silêncio do teu quarto

embriagada pela luz da fresta da janela

olhe através dela e me verás.

 

Quando estiveres sozinha

entre quatro paredes mudas

olhe uma foto minha

e eu ti direi em silêncio que te amo.

 

Quando estiveres sozinha

perdida em pensamentos

me chame baixinho

e sentirás minha respiração em teu ouvido.

 

Quando estiveres sozinha

sem saber qual direção seguir

enrosque em teu lençol

e sentirás o meu calor.

 

Quando estiveres sozinha

e sentir teu corpo em chamas

não se acanhe e saibas...

São minhas mãos que ti afagam.

 

Quando estiveres sozinha

e invadir-te uma ânsia louca

sentirás teus lábios úmidos

pelo meu beijo em tua boca.

 

E quando estiveres totalmente sozinha

e sentir teu corpo estremecer

não se intimide, se entregue

sou eu amando você.

 

vander ribeiro

26/04/2017.

Compartilhar
vanderribeiro
26/04/2017

  • 1 comentário
  • 28 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados