Site de Poesias

Menu

RELEMBRANDO O ROMANTISMO DO AMOR

 




RELEMBRANDO O ROMANTISMO DO AMOR

Marcial Salaverry 

 
Nada nos custa relembrar,
como era romantico amar... 
Doce amor romanticamente vivido...
Doce martírio é o amor,
que até faz sofrer,

mas também faz suspirar...
Por vezes, chega a causar dor,
mas também faz sonhar com seu calor...
E como é bom sonhar...
Feliz de quem sabe amar...
Amar não é o TER, o simples desejar...
É o espírito romantico resgatar,

é sentir o coração mais forte pulsar...
Amar é romanticamente sentir

a presença do amor que está por vir...
E assim, romanticamente sentir a alma reviver,
e o corpo todo vibrar, quando estamos a ver
a pessoa amada chegando,

e nosso amnor despertando...
Amor é um sentimento nobre,
e quem não o sente, tem a alma pobre.
Quem não ama, tem frio o coração,

sua vida não tem emoção...
Falta-lhe o romantismo na alma...
Só vive pela razão, sem o amor que acalma...
Não consegue sentir a quente sensação

de um apaixonado coração...
Aquele suave toque de mão na mão...
Aquele beijo quente...
Aquela coisa demente,
que é a explosão do amor...
Para sentir vida interior,
é preciso resgatar o amor,
reviver o romantismo na alma...

Compartilhar
Marcial Salaverry
20/04/2017

  • 0 comentários
  • 17 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados