Site de Poesias

Menu

HOMENAGEM AO INDIO

E, nesse inteirim de tempo

De pleno seculo vinte e um

Mais uma homenagem se faz jus

Ao verdadeiro dono deste pais pujante

Que fora tomado do indio, o seu herdeiro...

 

E invadiu-se estas terras e se apossou delas

Sem que se pagasse algo em troca,

E se dormiu na cama do indio, na sua OCA,

E se fez valer o se querer de tudo

Da riqueza existente entre ouro e preciosas pedras...

 

E se acasalou com a mulher india,

Se nasceu disso o portuguindio e o indiogues,

E se vai contar a historia toda de uma vez,

Por isso que se tem esse povo missigenado,

Portugues e indio, o que deu? Adivinha...

 

E, nesta homenagem simples aqui feita

Se relata de que se tem vergonha

De se ter nascido branco, que desonra

Todas as outras classes de pele que se tem,

Este que vos escreve tem vergonha de ter nascido

 

Do ventre dessa etnia  branca fajuta

Que muito assola as demais, por toda parte,

Se achega sem avisar e tudo invade,

Os indios que o digam, coitados escravos,

Mas, mesmo assim nada de se fugir da luta...

 

            DIA 19-04, DIA DO INDIO...

Compartilhar
Josea de Paula
17/04/2017